quinta-feira, 13 de abril de 2017

Mensagem de Páscoa!

Região Sudeste III  -  SP
Largo São Francisco, 181 – 5º andar – sala 02
São Paulo/SP



São Paulo, 12 de abril de 2017.


Por que procurais Aquele que vive, entre os mortos?
Ele não está aqui; ressuscitou.”


Caros irmãos em Cristo e Francisco,

A Paz do Cristo Ressuscitado esteja com vocês!

“Ressuscitei e estou convosco para sempre”. Estas palavras convidam-nos a contemplar Cristo ressuscitado, fazendo ressoar no nosso coração a sua voz. Com o seu sacrifício redentor, Jesus de Nazaré tornou-nos filhos adotivos de Deus, de tal modo que agora também nós podemos inserir-nos no diálogo misterioso entre Ele e o Pai.
Jesus Cristo morreu e ressuscitou por todos: Ele é a nossa esperança! Especialmente para nós seguidores de Francisco, Jesus ressuscitado envia-nos também por toda a terra como testemunhas da sua esperança e assegura-nos: Eu estarei sempre convosco.
E se Cristo está sempre conosco, por que às vezes, as relações entre os irmãos, entre o Conselho, entre Fraternidades, entre Distritos, em vez de amor, são marcadas pelo individualismo, pelo egoísmo, pela falta de preocupação com a nossa amada Ordem Franciscana?
São chagas que dilaceram os corações de muitos de nossos irmãos e que precisam ser sanadas e curadas pelas chagas gloriosas do Senhor ressuscitado e pela solidariedade dos que, com gestos de amor, empenham-se pelo crescimento da Ordem Franciscana espalhando em volta de si sinais luminosos de esperança para as Fraternidades amorfas.
Deixemo-nos iluminar pela luz fulgurante da Páscoa da Ressurreição! Com sincera confiança abramo-nos a Cristo ressuscitado, para que a sua vitória sobre o mal e sobre a morte triunfe também em cada um de nós, nas nossas famílias, nas nossas Fraternidades.
Lembremo-nos de que viver a Páscoa é tornar-se irmão menor e servo de todos. É continuar em cada um de nós, a Paixão de Cristo Jesus, que se “apaixonou” por nós, amando-nos até à loucura da Cruz, para que também nos amemos igualmente, pois o amor e a única força que nos torna verdadeiramente livres, fraternos e felizes.
Viver a Páscoa é sonhar cada manhã como nova Ressurreição. Páscoa é o tempo do sonho e da utopia: Cristo ressuscitou! Um outro mundo é possível! Da mesma forma que Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e Salomé se indagavam quem rolaria a grande pedra da entrada do túmulo e erguendo os olhos viram que a pedra já fora removida, ergamos também nossos olhos para o Carisma Franciscano e vejamos que as pedras já foram removidas por nosso Pai Seráfico e depende unicamente de nós que a alegria retorne aos nossos encontros fraternos locais e distritais, nas orações em comum, na formação, nos capítulos e principalmente na alegria do reencontro diário com o Ressuscitado.
Que também nós, encontremos removida a “pedra” do poder, da indiferença entre os irmãos, do silêncio quando não concordamos com fatos contrários a nossa Regra e Vida. Cristo Ressuscitou! Que essa alegria chegue às nossas Fraternidades. O Ressuscitado diz a cada um de nós: “Não tenhais medo, sou eu mesmo”.
E com São Francisco de Assis, sejamos Presença no Mundo, unidos para cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho.
De esperança em esperança, sempre!



Antonio Julio Martins
Ministro da Região Sudeste III

Ordem Franciscana Secular do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário